FGV é líder na formação de presidentes de grandes empresas no Brasil

FGV é líder na formação de presidentes de grandes empresas no Brasil

Data de publicação: 04/02/2014

A Fundação Getulio Vargas é a principal instituição de ensino superior formadora de CEOs no Brasil. É o que afirma a edição da revista Época Negócios “Quer ser presidente”?, que conta a trajetória acadêmica e pessoal dos líderes de 120 grandes empresas do país.


No especial, a FGV desponta na formação de graduação de tais líderes: 11 executivos (ou 9,7% dos presidentes pesquisados) são provenientes dos bancos da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV/EAESP). Uma das explicações para tal fato, de acordo com a matéria, é o pioneirismo da Escola. “Criada em 1954, ela foi a primeira escola a oferecer a graduação em Administração no Brasil. Entre seus ex-alunos estão pesos-pesados como Abílio Diniz e Murilo Ferreira, da Vale”, destaca a reportagem. A revista cita ainda o pragmatismo da EAESP, cujo foco é a realidade do mercado de trabalho – além do forte embasamento teórico.

 

A FGV também é apontada como vencedora no quesito pós-graduação ao ter sido escolhida por 20% dos executivos que desejavam complementar seus estudos. “Quando o assunto é especificamente a pós-graduação, a FGV surge novamente no topo da lista das instituições mais procuradas pelos presidentes brasileiros”, diz a Época. Para o diretor da rede FGV Management, professor Mario Couto Pinto, não poderia ser diferente. “Três fatores demonstram nossa vantagem. A qualidade de nossos cursos, o tempo que temos no mercado de MBA – duas décadas, em todo o Brasil – e a quantidade de turmas que temos”, acredita Mario, que lembra ainda a tradição da EAESP. “A história da EAESP se confunde com a história da Administração no país”.

 

A edição Época Negócios “Quer ser presidente”? foi publicada no mês de novembro.

 

FONTE