'Polir' perfil profissional ajuda nas entrevistas de emprego

'Polir' perfil profissional ajuda nas entrevistas de emprego

Data de publicação: 26/02/2014

Matéria publicada no jornal O Tempo - Capa - Emprego & Carreira - 23/01/2014

 

Faculdades preparam alunos para fase decisiva de busca por espaço no mercado de trabalho

 

A palavra polir significa retocar, corrigir e aperfeiçoar algo. O conceito está sendo utilizado por instituições de ensino para aprimorar o perfil profissional dos graduandos, conforme as exigências do mercado de trabalho. O foco está na etapa mais importante de um processo de seleção, a entrevista, quando o recrutador define sobre a contratação. É justamente nessa etapa que está o maior índice de reprovação, segundo pesquisa da equipe de recrutamento e seleção do Núcleo Brasileiro de Estágios (NUBE).

 

O levantamento feito com 6.175 candidatos, feito em 2013, revelou que grande parte dos candidatos perde a chance de conquistar um espaço na entrevista de emprego. Cerca de 605 (1.919 homens e  1.931 mulheres) não passaram dessa fase por apresentar falhas como postura, vocabulário e vestuário inadequados.

 

A Faculdade IBS/FGV mantém em seu conteúdo programático os chamados “polimentos”, que desenvolvem as competências necessárias para a contratação, incrementando o desempenho dos estudantes. Tratam-se de disciplinas extraclasse para promover a assimilação dos conteúdos básicos de formação gerencial e o desenvolvimento, como comunicabilidade, liderança pessoal e corporativa, empreendedorismo, visão e pensamentos estratégicos, relação interpessoal, comportamento ético, criatividade e inovação, iniciativa e energia, flexibilidade e adaptabilidade. Os polimentos fazem parte da rotina das turmas nos dois cursos oferecidos pela faculdade: administração e engenharia de produção.

 

A coordenadora do núcleo de Formação Profissional da Faculdade IBS/FGV, Marina Rangel, esclarece que há diversos tipos de polimentos. Entre os principais, estão as técnicas de entrevista e postura profissional. “Nesse treinamento, os graduandos são preparados para melhorar o desempenho com o entrevistador, aprendendo e aprimorando a maneira como se portam e a comunicação verbal e visual”.

 

Nesse processo, há troca de experiências por meio do compartilhamento de situações para transformar erros em acertos. “Também são dadas dicas sobre como se vestir, a importância da pontualidade, saber escutar, responder de forma objetiva e precisa aos questionamentos do entrevistador e a necessidade de ser verdadeiro, evitando mentiras sobre a vida profissional e pessoal”, alerta Marina.

 

DIFERENCIAL NA DISPUTA. Os polimentos ajudaram a administradora Naila Rocha a se sair bem durante entrevistas, abrindo as portas do mercado. Graduada em 2012 pela IBS/FGV, Naila conta que a proposta diferenciada de ensino da instituição enriqueceu e auxiliou em seu amadurecimento profissional.

 

“Durante o curso, realizei diversos treinamentos específicos, disponibilizados pela instituição, que me proporcionam experiências únicas e fizeram toda a diferença na disputa por uma vaga, Tornei-me uma candidata com diferenciais, como segurança e atitude”. Depois de algumas experiências profissionais positivas, a administradora foi aprovada em janeiro no processo seletivo de Trainee da BRF, uma das maiores empresas de alimentos do mundo.

 

A coordenadora do curso explica que os polimentos ajudam os alunos a construírem uma atitude positiva, ser otimistas, sociáveis, colaborativos e participativos, características que todo recrutador espera de um candidato.

(...)