Setor de serviços mostra otimismo pela primeira vez no ano

Setor de serviços mostra otimismo pela primeira vez no ano

Data de publicação: 29/10/2014

Apesar da primeira alta registrada do ano, o Índice de Confiança dos Serviços (ICS), divulgado esta semana pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/IBRE), ainda não traz um sinal de otimismo para o setor. Mesmo com o acréscimo de 1,2% - chegando aos 101,9 pontos –, o número ainda é o segundo menor desde março de 2009, quando chegou aos 100,4 pontos.

 

O economista do IBRE, Silvio Sales, explica que o índice foi puxado pelas expectativas das empresas, fazendo um desenho muito próximo do que aconteceu na confiança da indústria. “Embora esse sinal seja um alento, ele não altera o quadro geral que mostra o indicador se desenvolvendo a níveis históricos muito baixos”, afirma.

 

O economista ainda acrescenta outro aspecto importante para o ICS de outubro. Segundo Sales, a sondagem realizada durante este mês coincidiu com a definição de um segundo turno de eleições presidenciais com disputa acirrada, o que pode ter influenciado as expectativas das empresas do setor. “A eleição abriu uma percepção mais otimista das empresas ao longo do mês de outubro na medida em que colocou a disputa em um pé de igualdade muito grande. Este cenário pode ter animado os empresários a vislumbrarem um futuro imediato mais favorável”, ressalta. “Os indicadores para o mês de novembro poderão confirmar se a melhora nas expectativas observada em outubro esteve influenciada pelo calendário eleitoral ou se o aumento deveu-se mais a uma base de comparação muito baixa”, completa.

 

Publicada no FGV Notícias